Conecte-se Conosco

negocios

Semana do meio ambiente: Grupo Creative mira em negócios da economia circular

Publicado

em

Na língua tupi, Itaquaquecetuba significa lugar abundante de taquaras-faca, uma espécie de bambu usado para fabricar utensílios de caça e de combate. De certo modo, o nome do município situado na região Metropolitana de São Paulo resume alguns dos atributos de sua população, acostumada a enfrentar inúmeros desafios no cotidiano. Não à faca, evidentemente, mas sim com trabalho duro, suor e muita criatividade.

Que o digam os fundadores do Grupo Creative, gigante do segmento de fabricação de displays e mobiliários para o comércio varejista, tanto em volume quanto em tecnologia embarcada. Sua mais nova tacada é o desenvolvimento de projetos focados no conceito upcycling, técnica de transformação de embalagens pós consumo em produtos diferentes do original.

O parceiro nesta empreitada é a catarinense Rato Design Circular, baseada em Jaraguá do Sul (SC) e criadora do ByePlastic, resina feita com insumos coletados por recicladores da cidade. Além do evidente ganho ambiental, outro destaque é a versatilidade, uma vez que o produto pode ser convertido em placas usadas no revestimento de pisos e paredes ou para fabricação de mobiliário e demais itens de decoração.

“Nós sempre atuamos com foco na sustentabilidade e no atendimento das necessidades específicas de cada cliente, pois entendemos que cada projeto é único”, explica Andreia Taba, sócia-fundadora e diretora-executiva do Grupo Creative. “A parceria com a Rato permitirá que ofereçamos novas opções de materiais dentro do conceito de economia circular”.

O ByePlastic foi um dos destaques do Creative Lab Summit, evento realizado pelo Grupo, no final de março, na cidade de São Paulo, e no qual o ecodesign deu o tom. “A disputa pela atenção do consumidor está cada vez mais acirrada. Por conta disso as marcas estão buscando soluções inovadoras para ganhar e espaço e se consolidar no mercado”, destaca o designer Júnior Vendrami, cofundador da consultoria Bubbleless, responsável por apresentar o ByePlastic ao grupo Creative. Como prova de conceito, ele trouxe o Banco Capivara que depois foi exposto na Galeria Metrópole, na região central de São Paulo, em meio aos eventos da Design Week.

Ao que parece, os objetivos do Summit foram alcançados. “Já recebemos diversas consultas de empresas interessadas na produção de mobiliários ou displays, a partir da upcycling de seus próprios insumos”, diz Andreia.

Uma delas é a 3 Corações que estuda a fabricação de coletores de cápsulas de café feitos de embalagens vendidas pela empresa. A lista de potenciais clientes inclui, ainda, Heineken, L`Óreal e O Boticário. “Isso demonstra a maturidade do mercado em assumir a sua responsabilidade na cadeia de descarte consciente”, completa Vendrami.

Mais que uma resina versátil e resistente o ByePlastic é tido por ele como sendo o estado da arte em matéria de economia circular e regenerativa. Sua cadeia produtiva inclui coletores de resíduos e cooperativas baseados em Jaraguá do Sul. A fabricação da resina não utiliza quaisquer tipos de aditivos, fazendo com que o processo seja quase artesanal.

“O sistema produtivo é complexo, pois exige muita qualificação ao longo de suas diversas etapas, para que as placas tenham as características desejadas”, explica ele. Por conta disso, os parceiros recebem um valor até cinco vezes maior por tonelada de material triturado, em relação a cotação de mercado.

Para demonstrar a funcionalidade e a versatilidade do material, o espaço onde aconteceu o Creative Lab Summit contou com diversos acessórios feitos com o ByePlastic.

Andreia explica que o papel da Rato na nova fase do Grupo Creative não se resumirá ao fornecimento de insumos. A ideia é que as empresas atuem em conjunto, num sistema de inovação aberta que integre os clientes do Grupo. “Queremos que o varejo e os fabricantes de produtos de consumo nos enxerguem como uma empresa capaz de resolver desafios, a partir de soluções que embutem criatividade e sustentabilidade, com preços competitivos.”

Desistir, nunca. Render-se, jamais!

Apesar de estar há mais de 30 anos no segmento industrial, a família Taba começou sua trajetória empresarial no varejo. E este setor ficou de tal forma enraizada na memória de cada um deles que Andreia costuma dizer aos interlocutores que nascera debaixo de um checkout. Brincadeiras à parte, é certo que foi a partir do balcão de um minimercado que o patriarca Paulo Taba enxergou a oportunidade de criar expositores para exibição de produtos em pontas de gôndola ou na frente do caixa.

Trata-se de um item vital na dinâmica diária de uma rede varejista, pois ele incentiva o giro de mercadorias, a partir de compras por impulso. “Na década de 1970, as grandes marcas não valorizavam o pequeno varejo. Sempre que pedíamos um expositor eles negavam, pois só atendiam os super e hipermercados”, conta Andreia.

O descaso, no entanto, nunca foi o maior problema da família que conviveu com episódios de violência em meios a furtos e roubos, comuns na região. Para tentar virar o jogo e ampliar a força dos pequenos, Paulo congregou seus pares a ingressar na Associação Paulista de Supermercados (APAS). Conseguiu a adesão de 50 empreendedores e, com isso, foi eleito, de cara, vice-presidente da Associação, em 1982. A insegurança crescente fez com que a família optasse por se desfazer do negócio, em 1989.

Naquele momento, Paulo, vislumbrou a possibilidade de abrir uma metalúrgica para fabricar expositores e displays. Porém, mais uma vez, a violência se fez presente. Não a das armas, mas a institucional. “Todo nosso dinheiro estava depositado no banco e acabou sendo retido no Plano Collor”, recorda Andreia.

Mas, um Itaquaquetubense, de nascimento ou adoção, tem na resiliência um dos seus principais atributos. Foi aí que surgiu a ideia de vender o único imóvel da família e investir em um novo negócio. “Fomos morar de aluguel e eu me tornei sócia do meu pai”, conta.

Conhecer a “dor” dos pequenos comerciantes ajudou na trajetória da nova empresa. Contudo, Andreia destaca que todos os integrantes da família se prepararam para as novas funções. Ela, que pensava em cursar direito, acabou indo fazer administração. “O curso de direito no Mackenzie era durante o dia, me impossibilitando de trabalhar. Tive de esperar a empresa se consolidar para ter minha graduação em direito.”

A conversão da pequena metalúrgica, que empregava seis funcionários, em um conglomerado espalhado por um terreno de 22 mil m², sendo 18 mil m² de área construída, foi em etapas. A primeira delas se deu em 1997, com a fundação da Creative, num galpão de 700 m², onde permaneceu até mudar para o endereço atual, em 2003. Seis anos depois, a parceria com grupos estrangeiros garantiu a modernização do parque fabril e a tecnologia passou a dar o tom.

Àquela altura, o negócio já havia se estabelecido como uma referência no setor. Tanto que continuou gerando filhotes, como a divisão Creative D+, a Creative Display, a Creative LAB e a Creative Retail, passando a operar de forma vertical, dominando praticamente todas as etapas do processo. A linha de produtos evoluiu do display para todas as mobílias do interior de uma loja e, hoje, o complexo industrial do Grupo abriga gráfica, metalúrgica e estamparia, que atendem clientes do porte de Diageo, Centauro, Renner, Nike, C&A, Riachuelo, Duracell e Colgate, entre outras.

Continue lendo

negocios

Goiânia sedia evento com 190 estandes ocupados pela indústria automotiva

Publicado

em

De

Com a presença de grandes fabricantes e uma intensa agenda de atividades, a Expo Peças 2024 destaca-se como o principal evento de aftermarket automotivo no Centro-Oeste, prometendo conectar a indústria e profissionais com as últimas tendências e tecnologias

O mercado de autopeças no Brasil, já destacado como um dos maiores produtores globais de veículos, segue em crescimento acelerado, apoiado por investimentos significativos de grandes fabricantes em momento favorável que fomenta inovações tecnológicas e atrai investimentos estrangeiros. Segundo dados recentes da GMI Reserach, o setor de pós-venda automotivo brasileiro, alimentado pela crescente frota de veículos e a demanda por peças de reposição, vem expandindo consistentemente.

Os números dizem ainda que o mercado de autopeças no Brasil é impulsionado principalmente pelo aumento na idade média dos veículos, que leva a uma maior necessidade de reposição de componentes como filtros, peças de freio, baterias e pneus. Esse fenômeno contribui significativamente para a expansão do setor de aftermarket, com expectativas de crescimento ainda mais robustas para os próximos anos. A demanda crescente é atribuída não apenas ao envelhecimento da frota, mas também ao aumento do interesse dos proprietários de veículos por modificações e melhorias, um segmento que vem ganhando força especialmente com a popularização do comércio eletrônico ​

Neste cenário próspero, a Expo Peças 2024 em Goiânia se destaca como um evento crucial para a indústria e para o comércio automotivo. Marcada para acontecer entre 5 e 7 de setembro no Centro de Convenções de Goiânia, a feira oferece uma vitrine para as últimas inovações, assim como também facilita o diálogo direto entre os fabricantes e os profissionais de reparação automotiva. Com 190 estandes e uma expectativa de atrair 50 mil visitantes, o evento se posiciona como o maior evento do segmento no Centro-Oeste.

Paulo Miranda, diretor comercial da Expo Peças, fala sobre a importância do encontro ao destacar que o foco do evento é conectar diretamente os reparadores com as fábricas, oferecendo uma plataforma única para discussão de tendências e troca de conhecimentos técnicos. “A Expo Peças é um ponto de encontro essencial para os profissionais do setor se atualizarem sobre as inovações e desafios do mercado, permitindo acesso direto às últimas tecnologias e produtos”, explica Miranda. Ele enfatiza ainda que o evento se concentra em promover uma imersão completa nas tendências futuras, especialmente em áreas como automóveis híbridos e elétricos, e em melhorias na eficiência de combustível e segurança.

Entre os principais expositores estão líderes da indústria mundial, que apresentarão novidades em componentes automotivos e soluções inovadoras. Esses grandes estandes servem não apenas para exposição de produtos, mas como fóruns para discussões técnicas e trocas de experiências entre fabricantes e profissionais do mercado.

A feira também oferece uma série de palestras e eventos paralelos que discutem a evolução do design dos automóveis, as dinâmicas de mercado atual e as expectativas para o futuro do setor. “A edição de 2024 da Expo Peças promete ser uma demonstração do dinamismo do mercado automotivo, e refletir a rápida evolução que acompanha o setor. Com um layout expandido e uma série de inovações na programação,configuramos para ser um marco na indústria automotiva do Centro-Oeste, consolidando Goiânia como um centro estratégico para a reparação e inovação automotiva na região”, finaliza Paulo.

Serviço:
Expo Peças 2024
Data: 05/09 a 07/09
Horário: 15h às 21h nos dias 5 e 6, e 13h às 20h no dia 7
Local: Centro de Convenções de Goiânia, Centro
Entrada: Gratuita, com doação de alimento não perecível
Mais informações: https://expopecas.com.br

Continue lendo

negocios

Studio Dom Barbershop: Está Mudando o Visual dos Homens de Maringá

Publicado

em

De

A Arte da Barbearia na Av Euclides da Cunha,  Fernando Luís, o Barbeiro que Traz Estilo e Tradição

No coração da cidade de Maringá, na Av Euclides da Cunha, 425, encontra-se um estabelecimento que está redefinindo o conceito de cuidados pessoais masculinos. O Studio Dom Barbershop, comandado pelo experiente barbeiro Fernando Luís, oferece uma combinação única de tradição e modernidade, atraindo clientes que buscam mais do que apenas um corte de cabelo.

Fernando Luís, proprietário do Studio Dom Barbershop, é conhecido por sua habilidade artística e abordagem personalizada. Com anos de experiência, Fernando e sua equipe proporcionam uma experiência que vai além das expectativas dos clientes, oferecendo cortes clássicos, estilos modernos e uma variedade de serviços.

O ambiente do Studio Dom Barbershop é projetado para ser mais do que uma simples barbearia. É um espaço onde os homens podem relaxar, desfrutar de uma bebida e sair sentindo-se renovados e estilosos.

“Nosso objetivo é fazer com que cada cliente se sinta especial e único”, diz Fernando. “Aqui no Studio Dom, nós nos dedicamos a criar uma experiência memorável, onde a qualidade do serviço e a satisfação do cliente são sempre nossa prioridade.”
O sucesso do Studio Dom Barbershop é evidente na lealdade de seus clientes e na crescente popularidade do estabelecimento. Com planos de expandir e continuar inovando, Fernando Luís está determinado a manter o Studio Dom Barbershop como um dos principais destinos de Maringá para cuidados masculinos.
Para aqueles interessados em descobrir o que torna o Studio Dom Barbershop tão especial, uma visita é mais do que recomendada. Com a garantia de um atendimento excepcional e resultados que falam por si, o Studio Dom Barbershop está pronto para atender às necessidades de estilo dos homens de Maringá.

Continue lendo

negocios

Palestrante e Empreendedor Thiago Cavalcante é um dos convidados do “Empreende Poços”

Publicado

em

De

No próximo 22/06 o evento histórico “Empreende Poços” em Poços de Caldas reunirá ícones do mercado como Thiago Cavalcante, Thiago Nigro, Natália Beauty, Otavio Ribeiro, Felipe Pacheco, Rodrigo Gianotto, Giovanni Begossi, Wellygahn Junior, Micarla Lins e muitos outros. Não perca a chance de aprender com os melhores.

O Empreende Poços é mais que um evento; é uma experiência transformadora para quem busca crescimento, inspiração, conhecimento, networking e resultados concretos. Imagine-se cercado por mentes brilhantes e visionárias, prontas para compartilhar suas histórias de sucesso, estratégias vencedoras e insights valiosos.

Thiago Cavalcante é Coproprietário, CEO e CSO da INFLR, uma AdTech que conecta marcas a Influenciadores, a Inflr é pioneira em novos formatos de entrega e modelos de negociação para desempenho e conscientização no negócio de marketing de influenciadores. Coproprietário, CEO e CSO da AdGrowth, Líder em crescimento móvel e inovação em publicidade digital, uma adtech focada em marketing de crescimento que atende aplicativos móveis, marcas e editores em todo o mundo.

Continue lendo
Propaganda

Destaque